Home    Colunista    Nathália Dias Maciel    Sinto Muito

Sinto Muito

Por Nathália Dias Maciel

11.08.2017

 

 

 

Sinto-me velha, apesar de ter vinte e um anos. Talvez, eu me sinto velha pela quantidade de coisas que já ouvi e vivi, mesmo que sejam só por 21 anos. Carrego o peso da meia idade em plena flor da idade.

 

São tantas as pessoas carregadas e mal amadas que já passaram e passam por mim, que se prendem a mera felicidade em ser superior ao outro. Sinto-me carregada dessa espécie fajuta. Sinto-me velha por fazer um esforço danado para acreditar que há esperanças que o ser humano possa se tornar humano novamente, todavia, o que eu vejo todas as horas, é o quanto essa humanidade se perdeu e se tornou puro interesse, exclusivismo, prepotência e arrogância.

 

Carrego o peso da meia idade na metade do caminho da vida. As dores nas minhas costas são as tristezas e as humilhações que vejo- e que passo, movimentar a vida de todos. Ninguém se preocupa com isso. Quando alguém se julga no direito de se fazer melhor que o outro. Seja por ter um grau de instrução maior ou simplesmente por se achar superior, papel nenhum prova integridade ou humanidade. Ninguém tem se importado com isso.

 

 O meu grande problema é que eu sinto muito. Sinto demasiadamente, e de sentir com tamanha intensidade e me sensibilizar diante dos mistérios e belezas da vida, é que envelheço por cada tristeza uma do mundo. Eu me importo com isso! E já aprendi com Newton Braga: “esta sensibilidade que é uma antena delicadíssima, captando pedaços de todas as dores do mundo, e que me fará morrer de dores que não são minhas.”.

 

Contudo, que seja assim o meu fim, quando chegar, pois então, poderei morrer feliz sabendo que me importei com o outro, que deixei me fazer ouvir os problemas dos meus semelhantes. Procuro ausentar-me do radical ego e me aproximar do “frater”. Carecemos é de semear mais palavras, expressões, frases e sentenças que dão conta da complacência e da bondade, pois na verdade, o mundo só precisa de alguém que saiba olhar com mais ternura o seu contorno. Importe-se!

 

 

Comentários


nathalia.cmd@gmail.com

(28) 3511-7481

 

es.fato@terra.com.br

redacao@jornalfato.com.br

 

Faça parte de nosso Facebook!

 

© 2016 Jornal Fato. Todos os direitos reservados.