Home    Colunista    Rodolpho Verediano    Algumas coisas só Mudam com sua a Participação

Algumas coisas só Mudam com sua a Participação

Por Rodolpho Verediano

07.12.2017

 

 

 

Albert Einstein disse brilhantemente: “Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. O Brasileiro se apegou à figura do salvador da pátria e historicamente tem sido assim. Após um período de fanatismo pelo líder petista, chegou o momento em que idolatram um líder rotulado como de direita, com discurso bem mais radical, originado daquele grito de "basta" ou, talvez, de puro desespero.

 

O fracasso de Governos anteriores desenhou um cenário altamente favorável ao que for diferente de tudo que nós já vimos. Nesse momento de transição, precisamos ter muito cuidado.

 

Convido você, leitor, a refletir comigo. Conseguiria um presidente "Salvador da Pátria" governar sem que haja uma mudança radical nas demais esferas? A possibilidade de Deputados e Senadores derrubarem vetos presidenciais sempre foi muito real! O Brasil precisa de uma reforma responsável e profunda!

 

Uma grande sacada do eleitor seria arrolar todos os políticos que se acomodaram e nos desapontaram e fazer com que eles trabalhem, não os reelegendo. Nós, votantes, devemos parar de ser iludidos com falsas promessas. Thomas Sowell disse algo de profunda reflexão: "O fato de que muitos políticos de sucesso são mentirosos, não é exclusivamente reflexo da classe política, é também um reflexo do eleitorado. Quando as pessoas querem o impossível, somente os mentirosos podem satisfazê-las." Vamos por o pé no chão! O Brasil precisa de algumas medidas rígidas, responsáveis e pensadas. Não temos mais espaços pra esse populismo desenfreado! 

 

Chegamos ao momento crucial da Renovação política, inadiável, mas que precisa ser inteligente e perspicaz em torno de ideias, princípios e valores. Chega de nomes. Não podemos mais nos reunir em torno de quaisquer pessoas, mas pessoas idôneas e capacitadas precisam participar mais ativamente desse momento tão crítico. Como disse Platão: “O castigo dos bons que não fazem política é ser governados pelos maus”.

 

Aqueles que desejam ver mudanças precisam também ser parte delas!

 

E assim encerro essas reflexões, convidando você, prezado leitor, a sair da zona de conforto, pedindo-lhe mais comprometimento na escolha das ideais pra 2018 e deixando uma frase de Mahatma Gandhi que diz: “Temos de nos tornar a mudança que queremos ver no mundo.” Elas começam em nós!

 

 

Comentários


(28) 3511-7481

 

es.fato@terra.com.br

redacao@jornalfato.com.br

 

Faça parte de nosso Facebook!

 

© 2016 Jornal Fato. Todos os direitos reservados.