Salvem os amigos - Jornal Fato
Artigos

Salvem os amigos

Quantos amigos queridos vão ficando pelo caminho da vida


Não é possível sermos plenamente felizes sem ter amigos, e para que os tenhamos é primordial a reciprocidade. Amizades precisam ser cultivadas, além da aceitação do outro e vice-versa. Amigos sabem ouvir em silêncio, acolhem as dores, festejam juntos e só opinam quando são requisitados. Amigos abrem as portas da casa, assim como seus corações. Num tempo de tanta insegurança, aos amigos não há restrições, a casa de um amigo é espaço que se pode recorrer buscando abrigo e acolhida. Nas doenças os amigos são solidários, visitam, oram e partilham tempo e afeto. A diferença entre amigos e parentes é que estes são próximos pela consanguinidade e os amigos o são unicamente por afinidade, o que não impede que parentes também sejam grandes amigos.

Para se ter amigos é necessário entrega e confiança. Pessoas egoístas, fechadas, desconfiadas e medrosas não possuem amigos. Fazer amizade e conserva-las depende de disposição, entrega e busca; não é para gente comodista. Identifica-se o grau de amizade pelo teor dos elogios feitos, amigo não critica, simplesmente aceita e acolhe.

Quantos amigos queridos vão ficando pelo caminho da vida. Amigos da escola, do trabalho, dos ambientes religiosos, dos grupos de convivência e das relações familiares. Amigos das ruas, da cidade onde se vive e dos tempos de férias. Muitas amizades podem ser curtidas infinitamente. Amigos abrangem todas as diversidades, alguns idosos, outros mais jovens, tão jovens quanto os próprios filhos. Amizades que surgem na esteira da academia, na partilha de uma obra literária, na vivência espiritual, na vizinhança, amigos que lutam por um objetivo comum, amigos na dor e no lazer. Amigos que se regozijam com as vitórias.

Reconhecemos os amigos pelo olhar, pelo sorriso, pelo toque e pelo abraço. Não é preciso que se declare a amizade, é possível senti-la no ar. E a sensação de pertença é mais nossa, nos apossamos pelo amor, e muitas vezes o outro nem se dá conta. O que importa é o sentimento, a correspondência é natural quando se ama, se acolhe e se admira alguém. Procure ter amigos para uma vida saudável e feliz, sem amigos ela é vazia, oca e muito solitária. E novos amigos devem ser sempre bem-vindos!  


Comentários

VEJA TAMBÉM...