Motivos pelos quais as pessoas não compram seu produto na internet - Jornal Fato
Colunistas

Motivos pelos quais as pessoas não compram seu produto na internet

Pesadelo de todo empresário, independente de seu tamanho, a desistência do consumidor antes que a venda seja concretizada


Você tem uma página incrível, repleta de informação e muito lúdica. Tudo parece que dará muito certo, você recebe até um número considerável de visitantes, mas na hora em que essas pessoas darão o clique final e concretizarão a compra, uma surpresa: eles desistem no final.

Pesadelo de todo empresário, independente de seu tamanho, a desistência do consumidor antes que a venda seja concretizada não quer dizer, diretamente, que o conteúdo que você disponibilizou em sua página é fraco. Existem outros motivos que justificam essa desistência.

Para entender porque um consumidor pode mudar de ideia na hora H e deixar de comprar, mostramos os cinco motivos pelos quais essa desistência acontece. Conhecendo suas causas, você pode trabalhar para impedir que isso ocorra em seu e-commerce.

1.Produto não funciona

Algumas vezes, seu conteúdo é tão bom, mas tão bom, que o consumidor fica muito desconfiado de que estará comprando gato por lebre e que, ao receber o produto, se deparará com algo que não funciona.

Para evitar incorrer neste cenário, você deve mostrar ao seu futuro consumidor estudos de caso que comprovem a eficácia daquilo que você está vendendo. Provando com número que o produto ou serviço que você anuncia realmente funcionam pode mudar sua percepção sobre não fechar a compra.

2.O vendedor não me passa confiança

Algumas vezes, o consumidor não se sente à vontade em comprar um determinado produto ou adquirir um serviço por não acreditar no vendedor. Para ele, aquela pessoa que age como embaixadora de certa marca simplesmente não está lhe passando confiança de que o produto realmente funciona.

Para resolver esse problema é importante ter muitas pessoas que falem bem do seu produto ou serviço, atestando sua eficácia. Todos esses comentários começarão a gerar autoridade sobre você, tornando-o altamente confiável.

No mundo da internet, quando um especialista informa que um produto ou serviço é positivo, o número de pessoas propensas a consumi-lo aumenta muito. E, como se sabe, consumidores seguros tendem a comprar mais.

3.Esse produto não funcionará para mim

Algumas vezes, os consumidores simplesmente desistem de comprar o seu produto por ter certeza de que ele não funcionará para elas por pensar, por exemplo, que não são todo mundo.

Para mudar essa percepção é preciso mostrar as decisões das pessoas comuns, seus erros e acertos, aproximando assim esse futuro consumidor de tudo aquilo que ele um dia já quis adquirir.

Outro caminho é apelar novamente para os estudos de caso. Mas, aqui, é importante optar por casos muito extremos, mostrando a esse consumidor desconfiado que até quando ele pensava ser mais absurdo o evento se mostrou extremamente eficaz.

4.Não conseguirei colocar isso em prática

Muitas vezes, uma pessoa deixa de comprar alguma coisa por acreditar que aquilo não é para ela, e esse sentimento acaba derrubando o ânimo de um vendedor, que começa a acreditar que tudo aquilo que ele sempre sonhou jamais será colocado em prática.

Se isso acontecer, o truque tanto para o vendedor quanto para o consumidor resistente é mostrar casos extremos, onde pessoas acabaram se dando muito bem com aquilo que você está vendendo em contextos extremamente negativos, às vezes muito pior do que o cenário daquele consumidor relutante.

Quando você utiliza esse recurso, desperta em seu consumidor o seguinte pensamento: se determinada pessoa conseguiu obter tudo isso, eu também serei capaz.

5.Não preciso desse produto agora

Uma das justificativas mais comuns para quem adia uma compra é dizer ao vendedor que vai postergar a aquisição porque não precisa do produto naquele momento. Isso costuma acontecer bastante com produtos que não são considerados de extrema necessidade, e podem ser repostos em outro momento.

Para evitar que seus futuros consumidores desistam das compras pouco tempo depois que elas aconteçam, o truque é diminuir o acesso a esse produto. Quando as coisas se tornam mais difíceis ou existe a possibilidade de que fiquem mais caros, as pessoas tendem a comprar mais, para aproveitar a promoção.

No entanto, antes de usar essa regra, mantenha sempre a integridade, para que sua empresa não fique com má reputação, de que você eleva preços artificialmente, apenas para lucrar.

Agora que você já conhece os motivos pelos quais os consumidores evitam uma compra, é hora de batalhar para que eles jamais fujam novamente.

                                                      

 Site: ttp://cleitonmartins.com.br

 

 


Cleiton Martins Especialista em vendas online Consultor Estrategista de Negócios Digitais

Comentários

VEJA TAMBÉM...