Transforme curiosos em clientes - Jornal Fato
Colunistas

Transforme curiosos em clientes

Algumas pessoas fazem o pedido de orçamento, mas elas realmente compram?


 

Algumas pessoas fazem o pedido de orçamento, mas elas realmente compram? Você tem diversos acessos e curtidas nas suas redes sociais, mas isso se traduz em vendas?  

A resposta provavelmente é não. Esse aparente paradoxo é mais comum do que você imagina. Acontece com a maioria dos empreendedores que ainda não entendeu a importância de transformar os visitantes em clientes na internet.  

Quer mudar esse quadro? A primeira mudança tem que ser de sua mentalidade. Ao invés de simplesmente vender, pense em resolver os problemas e suprir as necessidades do consumidor.  

Como fazer? Conheça os problemas do seu público e liste todos que você consegue resolver. O que causa? Por que ele tem esse problema? Qual o motivo de sofrer isso? O que será que foi feito por ele que ocasionou? 

Depois que conseguir estes dados, responda a seguinte pergunta: quais são os principais "problemas do problema"? 

Complicou? 

Calma.

Um exemplo ajuda a entender: quem atua com produtos ou serviços voltados para emagrecimento sabe que o maior problema do seu público é, evidentemente, o excesso de peso e a necessidade de conquistar boa forma e saúde.  

E qual é o "problema do problema"? Essas pessoas podem estar com baixa autoestima, não se sentirem bem vestindo determinadas roupas ou atraentes.  

E quando você aborda o "problema do problema", a sua mensagem se torna mais forte, se destaca entre todo o conteúdo que aquela pessoa, curiosa, tem acesso na internet. É quando prestará atenção no seu produto, pois precisa solucionar o problema e você oferece a solução.  

É por isso que a consciência do problema/necessidade é, talvez, o principal ponto para transformar curiosidade em clientela.

                                                    

 

Site: ttp://cleitonmartins.com.br


Cleiton Martins Especialista em vendas online Consultor Estrategista de Negócios Digitais

Comentários

VEJA TAMBÉM...