Home      Cultura

Caravana literária no sul do Estado

Promover a leitura e ampliar o acesso dos alunos aos livros e aos escritores, são os principais objetivos da iniciativa

26.04.2016

 

 

 

 

Entre os dias 02 e 06 de maio, cinco escolas do município de Vargem Alta e uma Rio de Novo do Sul, receberão o projeto “Caravana Literária” organizado pela escritora Elysanna Louzada juntamente com a Livraria Paulinas, de Vitória.

 

A Caravana permanecerá um dia em cada Escola com uma estrutura semelhante a uma feira literária, onde serão realizadas diversas atividades, como oficinas de “Escrita Criativa” e “Literatura, Arte e Sociedade”.

 

Vale destacar que não há custo para as escolas receberem o projeto, a única contrapartida exigida pela organização é que as instituições de ensino preparem, juntamente com os alunos, atividades envolvendo a literatura como: apresentações de poesias, teatros, saraus, e cafés literários para serem realizadas no dia do evento.

 

Com diversas obras adotadas em escolas e bibliotecas públicas e privadas, publicadas pelas editoras Paulinas e Seleções, a autora capixaba infanto-juvenil, Elysanna Louzada destaca que “um dos principais momentos do evento é a interação entre leitor e autor, o que aproxima esses dois personagens fundamentais do processo literário”.

 

Elysanna também afirma que intuito da organização é levar a Caravana Literária para outras escolas do Estado. Para isso, as instituições devem entrar em contato com a Escritora através do site: www.elysannalouzada.com.br ou pelo e-mailelysannalouzada@gmail.com.

 

 

Escolas que receberão a caravana:

 

Escola Municipal Pedro Milaneze Altoé – Vargem Alta

Escola Estadual Guilherme Milaneze – Vargem Alta

Escola Municipal de Castelinho – Vargem Alta

Cecaf – Centro Educacional Catarina Fiorot – Vargem Alta

Escola Estadual Agostinho Agrizzi – Vargem Alta

Escola Estadual de Virgínia Nova – Rio Novo do Sul

 

 

 

 

Comentários


(28) 3511-7481

 

es.fato@terra.com.br

redacao@jornalfato.com.br

 

Faça parte de nosso Facebook!

 

© 2016 Jornal Fato. Todos os direitos reservados.