Home      Cultura

Talento baiano no ritmo do arrocha

O artista foi um dos participantes do programa ‘Ídolos’, um festival que revelou vários talentos para a música brasileira

14.12.2016

 

 

 

Foto: Divulgação

 

Ailton Weller

 

Com passagem pelo programa ‘Ídolos’, um festival que revelou vários talentos para a música brasileira em seus vários estilos e ritmos, o baiano Alex Sandro Oliveira da Câmara, que adotou o nome artístico de Alex Fendder, nascido na cidade de Barreiras, começa a consolidar sua carreira musical no Espírito Santo. 

 

Com sua base de produção em Marataízes, o cantor se prepara para a gravação do primeiro CD, mas a música de trabalho “Jeito de menina”, que pode ser conferida no site Palco MP3, já recebeu milhares de curtidas e já é sucesso nas apresentações do artista.

 

“Agora estou iniciando um projeto mais arrojado e com bases mais sólidas, onde gravarei meu disco, além da realização de vários shows, buscando conquistar o carinho do público por onde eu passar”, comentou.

 

Alex revela que a mudança da sua terra natal para Rio Verde, em Goiás, aos 10 anos de idade, serviu de inspiração para tentar a carreira musical e aos 12 anos começou a se apresentar em festas de aniversário e alguns eventos que havia na região. “Aos 16 anos formei a primeira dupla: Geraldo Rodrigues e Alex, que durou aproximadamente dois anos”.

 

Depois disso decidi que era o momento de alçar voos mais altos e fui para Goiânia, onde acreditava ser a cidade que poderia oferecer mais oportunidades e que eu pudesse mostrar minha música. Não demorou para que eu participasse do Festival Ídolos, o que muito enriqueceu minha bagagem na estrada”, revelou.

 

Marataízes

 

Alex, que fixou residência em Marataízes, conta que recebeu proposta de um amigo para desenvolver sua carreira no Espírito Santo, onde formou dupla com o cantor Felipe. “Tivemos a oportunidade de realizar vários shows na região sul do estado, nos apresentando ao lado de grandes artistas da música sertaneja, tais como: João Neto e Frederico, João Lucas e Marcelo e Pedro Paulo e Alex”, detalha.

 

“Nesse período de carreira solo, já com o nome artístico de Alex Fendder, compus e gravei minhas primeiras músicas: Jeito de Menina e Dancinha do Arrocha. Assim continuo a caminhada em busca do meu lugar ao sol, mas sei que isso requer muita dedicação e trabalho”, finalizou.

 

 

 

 

Comentários


(28) 3511-7481

 

es.fato@terra.com.br

redacao@jornalfato.com.br

 

Faça parte de nosso Facebook!

 

© 2016 Jornal Fato. Todos os direitos reservados.