Home      Cultura

Arte cachoeirense é atração na Colômbia

21.12.2016

 

 

 

Fotos: Divulgação

 

Ailton Weller

 

Com a obra “Festa- do - Abricó - de – Macaco”, uma homenagem à árvore nativa das regiões amazônicas, a artista plástica cachoeirense, radicada em Vitória, Angela Gomes, representa o Espírito Santo na mostra internacional de Naif "Mundos ingênuos em Bucaramanga", em Bogotá.

 

O evento acontece até o dia 31 deste mês na Casa de Cultura Custodio García Rovira, da capital colombiana, e reúne obras de artistas de 10 países que participaram no ano passado do primeiro salão da arte naif feita na Colômbia, no Atheneum World Trade Center Club.

 

“Artistas deste estilo de pintura foram convocados por meio das redes sociais visando a promoção desse estilo de arte pelo mundo. Esta não é a primeira exposição internacional que estou participando este ano. Em junho, tive a honra de participar do maior festival de arte Naif do mundo, que aconteceu na Polônia. Também assinei meu nome na curadoria da I Exposição Internacional dessa arte ‘Universo da Alma Ingênua’, realizado na Casa da Memória, na Prainha, em Vila Velha”, enumera.

 

“A iniciativa da mostra é do mestre primitivista Alejandro Pinzon, buscando resgatar e dar a importância que este estilo de pintura merece na Colômbia. Sou a única brasileira participante, o que muito me orgulha”, conta.

 

Sobre a artista

 

Angela Gomes nasceu em Cachoeiro de Itapemirim, em 1953, e expõem suas obras de arte Naïf desde 1979. Algumas de suas exposições internacionais aconteceram em cidades de Portugal, Estados Unidos, Peru, Bolívia, Bélgica, Espanha e Polônia, entre outros países.

 

Este ano, lançou o livro “A Arte Naïf Capixaba”, um catálogo que reúne 200 obras, que retratam paisagens, o folclore e monumentos históricos do estado.

 

 

Comentários


(28) 3511-7481

 

es.fato@terra.com.br

redacao@jornalfato.com.br

 

Faça parte de nosso Facebook!

 

© 2016 Jornal Fato. Todos os direitos reservados.