Home      Cultura

Victor Coelho chefia comitiva na China

Detalhes sobre a viagem foram acertados ontem – empresários que quiserem compor o grupo devem procurar a Prefeitura

25.01.2018

 

 

 

O prefeito coordenou reunião nesta quarta (24) para ajustar a visita, em março (Foto: Divulgação/PMCI)

Após visita de comitivas da China e de países latinos a Cachoeiro de Itapemirim, no ano passado, o município se prepara agora para a segunda etapa desse processo de aproximação. Na manhã desta quarta-feira (24), o prefeito Victor Coelho coordenou reunião para ajustar visita a duas cidades chinesas.

 

A viagem ficou agendada para 1º de março próximo. Além do prefeito, cerca de 15 pessoas devem compor a comitiva cachoeirense, que permanece por cinco dias na China. A prefeitura conduz o projeto em parceria com a Unidade de Negócios Nacional e Internacional (Unni) e a Câmara de Comércio Brasil China no estado (CCBCES).

 

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec) mobiliza empresários e representantes de entidades ligadas ao setor produtivo. Mesmo quem não receber o convite, mas tiver interesse em compor o grupo, pode entrar em contato com o órgão pelo telefone 3155-5340.

 

Cachoeiro recebeu, em novembro último, representantes do poder executivo da cidade de Nan'an, que será uma das cidades visitadas em março. Depois, o grupo conhecerá uma das maiores feiras internacionais de rochas ornamentais, na cidade de Xiamen.

 

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Felipe Macedo, o encontro desta quarta ajustou detalhes para a logística da viagem e para o processo de irmanamento entre Nan'an e Cachoeiro.

 

“Levaremos ao prefeito de Nan'an as possibilidades de parceria em áreas como energia limpa e conhecimento tecnológico, investimento em porto seco, polo metal mecânico e no nosso aeroporto, intercâmbio de mão de obra e para aprendizado de idiomas”, listou.

 

 

 

 

Comentários


(28) 3511-7481

 

es.fato@terra.com.br

redacao@jornalfato.com.br

 

Faça parte de nosso Facebook!

 

© 2016 Jornal Fato. Todos os direitos reservados.