Home      Educação

Governo vai oferecer mais 5.865 vagas em Escolas Vivas

As vagas serão disponibilizadas em oito novas Escolas Vivas que passam a funcionar em 2017

03.12.2016

 

 

 

Foto: Beto Morais/Secom-ES

 

ADI-ES

 

O ano letivo de 2017 será marcado pela abertura de oito novas Escolas Vivas na Rede Estadual de Ensino em vários municípios. Com as entradas em funcionamento destas novas escolas e a ampliação da oferta de vagas nas unidades já existentes, o governo do Estado passa a oferecer 5.865 novas vagas nas escolas de tempo integral.

 

A informação é do secretário de estado da Educação, Haroldo Rocha. Ele informou que o Estado conta com cinco escolas em tempo integral: São Pedro, Serra, Muniz Freire, Ecoporanga e Cachoeiro de Itapemirim. Somadas estas escolas vão passar a oferecer mais 920 vagas.

 

Para o próximo ano, já está certo o funcionamento de oito Escolas Vivas,que somam 4.765 novas vagas em tempo integral. Em Guaçui, a escola Monsenhor Miguel Sancts I vai oferecer 560 vagas em tempo integral para o Ensino Médio. E em Iúna serão ofertadas 600 na escola Henrique Coutinho.

 

Matrículas começam dia 5 e serão online

 

A Secretaria de Estado da Educação inicia nesta segunda-feira o processo de matrícula para 2017, conhecido como Chamada Pública Escolar, para as escolas da rede. A novidade deste ano é que todo o processo será feito online.

 

Outra preocupação do governo é garantir que todos os alunos possam frequentar as escolas. Para isto, o governo está oferecendo 390 mil vagas no ensino fundamental e médio. O secretário Haroldo informou que este ano a rede contou com 260 mil estudantes atendidos.

 

Segundo o secretário, as rematrículas, transferências internas e matrículas devem ser feitas pelos pais, responsáveis ou alunos maiores informando o CPF e o código da conta de energia elétrica. O objetivo é viabilizar um novo cadastro com informações mais detalhadas dos alunos e possibilitar que a Sedu faça um georreferenciamentode seus alunos.

 

Haroldo disse que normalmente o processo de matrícula ocorre nos meses de outubro e novembro, mas, neste ano, a ocupação dos estudantes em algumas escolas da Rede Estadual de Ensino e a mudança no sistema de matrícula com a obrigatoriedade de que tudo seja feito via computador atrasou o processo. Mas, ele afirma que o calendário foi elaborado para garantir que no dia 6 de fevereiro as escolas possam iniciar o ano letivo sem problemas.

 

Rematrícula

 

Os alunos das escolas estaduais vão poder fazer rematrícula e a transferência interna entre os dias 5 e 16 deste mês. O processo é feito no site da Sedu (www.educacao.es.gov.br) no banner Chamada Publica Escolar 2017. O resultado destes dois processos será divulgado no dia 19 de janeiro de 2017.  Ao ter o nome do aluno aprovado, os pais, responsáveis ou alunos maiores de idade devem efetivar a matrícula no período de 19 a 23 de janeiro com a apresentação da documentação na escola.

 

Já as novas matrículas devem ser feitas no período de 26 de dezembro deste ano a 6 de janeiro de 2017 no mesmo site. As vagas estão disponíveis para estudantes vindos das redes públicas e privadas ou que não estão estudando.

 

30 mil

 

O secretário enfatizou que há muitas vagas disponíveis e o governo quer trazer de volta para as escolas os 30 mil jovens capixabas com idade entre 15 a 17 anos que pararam de estudar. As matrículas também devem ser feitas no site da Sedu.

 

O resultado do processo para as novas matrículas será divulgado no dia 30 de janeiro de 2017. E os alunos terão entre os dias 30 de janeiro a 3 de fevereiro para efetivar a matrícula. Segundo Rocha, os estudantes que não têm disponibilidade de internet devem se dirigir às escolas para solicitar acesso.

 

 

 

 

Comentários


(28) 3511-7481

 

es.fato@terra.com.br

redacao@jornalfato.com.br

 

Faça parte de nosso Facebook!

 

© 2016 Jornal Fato. Todos os direitos reservados.