Home      Geral

Governador pede e ministro sinaliza reforço da PRF na BR 101

Hartung detalhou que aproveitou a presença do ministro em solo capixaba para pleitear o reforço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e, consequentemente, ampliar a fiscalização nas rodovias federais que cortam o Espírito Santo.

12.09.2017

 

 

 

Foto: Secom-ES

 

O governador Paulo Hartung pediu e o ministro da Justiça, Torquato Jardim, concordou com a recomposição do efetivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que atua no Estado. Recentemente, os policiais foram deslocados para atuar em ações estratégicas no Rio de Janeiro. O pleito de Hartung foi feito durante visita do ministro ao Espírito Santo. Na oportunidade, Torquato Jardim ofertou ao Estado a construção de um presídio Federal. Também foi debatido um plano nacional de segurança pública. O encontro entre Hartung e Jardim ocorreu no Palácio Anchieta, em Vitória.

 

O governador Paulo Hartung explicou que a visita do ministro já estava prevista, detalhou que a ação faz parte de uma série de visitas de Torquato Jardim aos Estados debatendo o plano nacional de segurança pública. Hartung detalhou que aproveitou a presença do ministro em solo capixaba para pleitear o reforço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e, consequentemente, ampliar a fiscalização nas rodovias federais que cortam o Espírito Santo.

 “É importante que os capixabas saibam que tanto nas Olimpíadas quanto agora, na Operação Rio de Janeiro, foi retirado do Espírito Santo uma parte do efetivo da Polícia Rodoviária Federal, que tem um papel extraordinário e é muito integrada com as nossas forças policiais. Pedimos a devolução deste efetivo em função da necessidade de maior fiscalização nas nossas BRs, particularmente na BR 101, e o exemplo disto é o acidente ocorrido em Mimoso do Sul, que foi dramático. Também estamos atuando em uma luta antiga que é a ampliação deste efetivo da PRF”, ponderou.

 

O governador defendeu a criação de um sistema único de segurança pública no país. “É uma espécie de SUS da segurança pública que melhore a articulação federativa e os diversos entes federativos passem a colaborar. É necessário que seja debatido o financiamento da segurança pública, que é um grande desafio do Brasil onde os estados federados são sobrecarregados. É um debate importante”, salientou Hartung.

 

O governador explicou que a proposta de construção do presídio será debatida internamente junto aos diferentes poderes e municípios. Hartung acrescentou que entende a importância da construção de um sistema nacional. “Não é um assunto que pode ser decidido apenas pelo Governo do Estado até porque se for implantar será feito em um município. Então, é necessário ampliar o debate e avaliar a proposta. Sou a favor de um sistema federal de presídios, inclusive o Espírito Santo já foi usuário deste sistema em outros Estados em momentos desafiadores que vivenciamos. Quando formos apresentar a resposta ao ministro será um posicionamento do Estado e não apenas do Governo”, adiantou Paulo Hartung.

 

 

 

 

Comentários


(28) 3511-7481

 

es.fato@terra.com.br

redacao@jornalfato.com.br

 

Faça parte de nosso Facebook!

 

© 2016 Jornal Fato. Todos os direitos reservados.