Home      Política

Três deputados tomam posse nesta segunda-feira

02.01.2017

 

 

 

Deputado Esmael Almeida (PMDB); José Esmeraldo (PMDB); Jamir Malini (PTN) (Fotos: Reprodução)

 

Em solenidade às 9 horas, no Plenário Dirceu Cardoso, tomam posse, na Assembleia Legislativa, Esmael Almeida (PMDB), Jamir Malini (PTN) e José Esmeraldo (PMDB). Os suplentes assumem com a saída de Edson Magalhães (PSD), Cacau Lorenzoni (PP) e Guerino Zanon (PMDB), empossados como prefeitos das cidades de Guarapari, Marechal Floriano e Linhares, no domingo (1º). 

 

A posse é transmitida ao vivo pela TV Ales e WebTV.

 

“Fominha de plenário”

 

O deputado José Esmeraldo (PMDB) assume o quarto mandato no Legislativo e se define como “fominha de plenário”. Esmeraldo, primeiro suplente da coligação PMDB/PEN/DEM nas eleições de 2014, obteve 23.243 votos no pleito e chegou a ocupar cadeira no Legislativo entre janeiro e maio de 2016, período em que Guerino Zanon licenciou-se para assumir a Secretaria de Estado de Esportes.

 

“Vou movimentar esse plenário e essa Casa de Leis”, promete o enérgico peemedebista, que também avisa estar “com as baterias totalmente carregadas”. Um dos campeões em número de pronunciamentos nas sessões do Legislativo, José Esmeraldo diz que vai continuar usando o mandato para fazer discursos incisivos e promete não poupar palavras. “Sou um deputado independente, tenho bom senso e discernimento. O que for bom estou junto, o que não for, sou contra”, dispara. 

 

Esmeraldo adianta que deve dar ênfase a bandeiras já defendidas em mandatos anteriores, como a preservação de nascentes e a implantação de creches em tempo integral. “A bandeira das nascentes eu comecei há uns 10 anos e quando eu falava as pessoas criticavam, diziam que não tinha perigo de faltar água, mas a gente viu o que aconteceu”.

 

Quanto às creches, mesmo sendo uma política de âmbito municipal, José Esmeraldo alega que nada o impede de usar o mandato estadual para cobrar dos prefeitos. “Sou um deputado respeitado pelos prefeitos. Em função de meus pronunciamentos vários municípios já implantaram creches em tempo integral”, afirma. 

 

José Esmeraldo tem 70 anos, nasceu em Cariacica, é engenheiro civil formado pela Universidade Federal do Espírito Santo e começou a carreira política como vereador de Vitória, onde mora. Ficou quatro mandatos na Câmara da capital (eleito em 1982, 1988, 1992, 1996), sendo o candidato mais votado nas três últimas eleições que concorreu.  Em 1998 José Esmeraldo foi eleito deputado estadual pela primeira vez, sendo reeleito em 2002 e, novamente, em 2010. 

 

“Mais força pra Serra”

 

Jamir Malini (PTN) retorna em 2017 para assumir pela segunda vez mandato no Legislativo. Ele diz que pretende lutar por melhorias para o município da Serra. “Nessa legislatura a Assembleia está só com um deputado da Serra [referindo-se a Bruno Lamas], com meu retorno serão dois. É o maior município e que mais cresce e tem muitas demandas”. Malini assume a vaga deixada por Cacau Lorenzoni (PP), eleito prefeito de Marechal Floriano. 

 

Jamir recebeu 11.600 votos, sendo o primeiro suplente na coligação PTN/PSL/PTdoB/PP/PTB. Retorna ao Legislativo pela segunda vez na condição de suplente. Em 2012 deixou o mandato de vereador da Serra para assumir a cadeira deixada com a saída de Henrique Vargas (PRP), que à época assumiu a Prefeitura de São Gabriel da Palha. 

 

Natural de Marilândia, Jamir Malini tem 48 anos e desenvolveu a carreira política na Serra, onde mora há mais de 30 anos e foi eleito vereador duas vezes. Administrador de empresas com pós-graduação em Logística, afirma que vai defender as bandeiras da saúde e educação para o município onde atua. “Vamos buscar mais escolas para a Serra e queremos abrir mais vagas nos hospitais do município. Tivemos agora a transferência da UTIN da Serra pra Vila Velha e vamos tentar ver com o governo se a gente consegue reabrir algumas vagas”, pontua.

 

Defesa da família 

 

Quem também retorna à Assembleia é Esmael Almeida (PMDB), segundo suplente da coligação PMDB/PEN/DEM formada nas eleições de 2014. Almeida já cumpriu mandato por dois anos (2012-2014) no Legislativo, com a saída de Sergio Borges, que assumiu a vaga de conselheiro no Tribunal de Contas. 

 

Na Assembleia teve como uma das principais bandeiras a defesa da família. Evangélico, Esmael Almeida tem como plataforma “a defesa da família como criação divina” chegando, inclusive, a criar a Frente Parlamentar em Defesa da Família, quando esteve no Legislativo em 2014. A frente foi criada com o intuito de abordar temas polêmicos como aborto, união homoafetiva e sexualidade. O peemedebista também afirma defender propostas nas áreas da saúde, meio ambiente e educação.

 

Esmael Almeida é engenheiro sanitarista e trabalhou 35 anos na Cesan. Foi vereador de Vitória por dois mandatos. Na eleição de 2014 obteve 19.634 votos.

 

Por Nicolle Expósito/Web Ales

 

 

 

 

Comentários


(28) 3511-7481

 

es.fato@terra.com.br

redacao@jornalfato.com.br

 

Faça parte de nosso Facebook!

 

© 2016 Jornal Fato. Todos os direitos reservados.