Home      Política

Hartung reúne prefeitos e debate atendimento médico regionalizado

21.04.2017

 

 

 

Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES

 

O governador Paulo Hartung reuniu na tarde de ontem a diretoria da Associação dos Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes), prefeitos e representantes municipais para discutir detalhes do projeto Rede Cuidar, que prevê a interiorização e redução do tempo de espera para realização de consulta e exames médicos.

 

Na oportunidade, também foram debatidos trâmites de convênios entre Estado e Municípios, além de austeridade fiscal. O encontro foi realizado no gabiente do governador, no Palácio Anchieta, em Vitória.

 

"Essa é nossa primeira reunião de trabalho com a nova diretoria da Amunes. Daqui para frente, faremos encontros periódicos para debatermos temas e desafios comuns dos municípios", explicou o governador Paulo Hartung.

 

Durante o encontro, o presidente da Amunes, GuerinoZanon, reforçou a importância deste canal de diálogo entre o Governo do Estado e os municípios. Zanon aproveitou destacar a importância do projeto Rede Cuidar.

 

"Atualmente a porta de entrada para o SUS tem que ser pela rede básica, porém a Rede Cuidar é uma busca de muitos anos, de nós gestores municipais. Não é justo e humano, a população passar horas em deslocamento na estrada para realizar exames e atendimento médico especializado. Temos que avançar rapidamente com a Rede Cuidar que é um belo projeto para sociedade. Estudos iniciais indicam que os custos não são elevados. Temos que avançar com rapidez", o presidente da Amunes.

 

Rede Cuidar

 

A população capixaba contará com um novo modelo de atendimento integral à saúde, que visa melhorar a qualidade de vida. É a Rede Cuidar, um projeto desenvolvido pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

 

O projeto pretende ampliar a oferta de consultas e exames e integrar as equipes da atenção primária às equipes da atenção especializada, garantindo um atendimento multiprofissional capaz de resolver até 95% dos problemas de saúde da população em sua própria região. Esta integração vai garantir a interação entre os especialistas da Unidade de Cuidado Integral à Saúde e os profissionais das Unidades Básicas de Saúde para a discussão dos casos.

 

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, reforça que o cidadão será atendido mais próximo de sua casa, evitando assim longos deslocamentos.

 

Com esse novo modelo de atendimento a melhora é substancial, pois estamos levando o serviço para próximo das residências das pessoas, descentralizando o atendimento. Milhares de pessoas vêm a Região Metropolitana para acessar serviços de saúde, e com o funcionamento dessas Unidades, esses serviços serão oferecidos no interior, proporcionando mais qualidade de vida às pessoas”, lembrou.

 

 

 

 

Comentários


(28) 3511-7481

 

es.fato@terra.com.br

redacao@jornalfato.com.br

 

Faça parte de nosso Facebook!

 

© 2016 Jornal Fato. Todos os direitos reservados.