Bolsonaro volta a se alimentar por sonda - Jornal Fato
Política

Bolsonaro volta a se alimentar por sonda

Boletim médico informa que medida foi necessária em razão de uma distensão abdominal; quandro de saúde é estável


Foto: Adriano Machado/Reuters

A equipe de médicos que trata o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL), suspendeu a alimentação oral um dia depois de o presidenciável conseguir ingerir comida normalmente. Ele está internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, em razão de um ataque a faca que sofreu durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG) no último dia 6.

Boletim médico do hospital, divulgado às 11h desta quarta-feira, informa que o presidenciável voltou a ingerir nutrientes apenas pela via endovenosa (por meio de soro) em razão do surgimento de uma distensão abdominal (inchaço no abdômen causado pela falta de atividade intestinal).

A nota também diz que o estado de saúde de Bolsonaro segue estável. Ele continua fora da UTI, em cuidados semi-intensivos, sem febre ou outros sinais de infecção. Os exames laboratoriais também permanecem estáveis. Na terça-feira, quando o candidato deixou a UTI, os médicos já haviam retirado uma sonda.

 

Veja

Comentários

VEJA TAMBÉM...