Semana Santa: Procon dá dicas para compras - Jornal Fato
Economia

Semana Santa: Procon dá dicas para compras

Órgão recomenda leitura atenta das informações nas embalagens de ovos de chocolate


Foto: Divulgação/PMCI

Bacalhau, peixes, frutos do mar, batata, azeite e chocolates são alguns dos produtos tradicionais mais consumidos na Semana Santa. Por conta disso, nestes dias que antecedem o feriado, o Procon de Cachoeiro dá algumas dicas para ajudar os consumidores na hora das compras. 

A principal instrução é não abrir mão da pesquisa de preços, já que a variação de valores costuma ser grande. E o consumidor precisa estar atento às formas de pagamento, à validade e ao acondicionamento dos alimentos.

Além de conferir se os produtos estão dentro vencimento, é importante evitar os com embalagem que não esteja em perfeito estado de conservação. Também é muito importante que o consumidor exija e guarde a nota fiscal de compra, pois este é o documento que garante o direito à troca, caso haja a necessidade.

"Os consumidores também precisam ficar atentos quanto à higienização dos estabelecimentos e dos atendentes, que precisam estar devidamente paramentados. São cuidados básicos e necessários, que podem evitar problemas, como infecção ou intoxicação", alerta o coordenador do Procon de Cachoeiro, Rogério Athayde.
O órgão municipal de defesa do consumidor realizou uma pesquisa de preços dos itens mais comprados nesta época. O levantamento, feito em diversos estabelecimentos da cidade, está disponível no site:  www.cachoeiro.es.gov.br/procon.

 

Confira mais algumas dicas do Procon:

Peixes e Carnes: Procure açougues que apresentem boas condições de higiene.
O consumidor precisa ter cuidado com a carne que não foi fiscalizada, pois pode estar contaminada. O produto também pode ser contaminado depois da inspeção, no próprio açougue ou estabelecimento de comercialização. Esses produtos devem ser vendidos com a identificação da origem.

Ovos da Páscoa: Fique atento às embalagens. Elas devem estar em boas condições. Os ovos de chocolate devem trazer a identificação do fabricante, a data de validade, o peso e a composição - informação fundamental para quem não pode ingerir determinados ingredientes. É importante ficar atento ao peso dos ovos, e quando houver inclusão de brinquedos no seu interior, observe a indicação da idade recomendada. Os ovos da Páscoa costumam ser mais caros, por serem produtos sazonais, por isso, às vezes, é possível comprar mais chocolate em bombons ou barras, por preço menor.

Produtos a granel: Confira o peso, quantidade e aparência do alimento. Não aceite produtos mal acondicionados, que apresentem sujeiras ou mofo. Não compre a mercadoria caso haja suspeitas sobre sua qualidade.

Palmito in natura: Verifique a procedência do alimento e observe se eles estão protegidos da presença de insetos, bem armazenados e refrigerados.

Alimentos congelados: Deixe os alimentos congelados e resfriados para o final das compras, antes de se dirigir ao caixa.

Preço: Todo produto deve ter preço devidamente exposto ao consumidor. É fundamental guardar a nota fiscal de compra para possíveis trocas de produtos.

 

Comments

SEE ALSO ...