Avança processo para liberar armas para Guardas - Jornal Fato
Cidades

Avança processo para liberar armas para Guardas

A Semset de Cachoeiro de Itapemirim avançou nas ações para liberação do uso de armas de fogo pela Guarda Civil Municipal


Guarda Municipal está concluindo curso de formação exigido para uso de armas de fogo - Foto: PMCI

Em 2018, a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito (Semset) de Cachoeiro de Itapemirim avançou nas ações para liberação do uso de armas de fogo pela Guarda Civil Municipal (GCM). A principal delas é o curso de formação para a corporação, ministrado pela Academia de Polícia Civil (Acadepol). Iniciado em fevereiro, o treinamento está perto da conclusão.

Após o término do curso, que teve etapa com aulas de tiro, o passo seguinte é a formalização de convênio com a Polícia Federal para emissão dos portes funcionais de armas. "Estamos trabalhando em várias frentes para que em 2019, enfim, os guardas municipais voltem a portar armas de fogo, podendo contribuir, ainda mais, com o sistema de segurança pública em Cachoeiro", frisou o secretário de Segurança e Trânsito, Ruy Guedes. 

Ele também destaca que, neste ano, foram realizados procedimentos necessários para iniciar, no próximo ano, a ampliação da Central de Videomonitoramento e aquisição de novos equipamentos e ferramentas de trabalho para a GCM e para os agentes de trânsito. 

"Neste ano, já adquirimos importantes equipamentos de proteção individual, melhorando as condições de trabalho para esses servidores. Vamos seguir fazendo esses investimentos, para que nossa equipe possa melhorar e ampliar o atendimento à população", afirma Guedes.

Combate à violência doméstica e ronda escolar

Com o projeto Ronda de Apoio à Família (Rafa), a GCM faz o acompanhamento de famílias e mulheres em situação de violência doméstica. Neste ano, a iniciativa realizou 63 visitas tranquilizadoras, além de palestras de prevenção e conscientização e eventos com mulheres assistidas. 

Outra iniciativa importante é a Ronda de Prevenção Escolar (Rope), com a qual a Guarda Civil Municipal atendeu a 382 ocorrências, de janeiro a setembro deste ano. Por meio do projeto, agentes realizaram palestras de disciplina, respeito e união em escolas públicas da rede municipal de educação, na cidade e no interior. Também atuaram no combate a crimes (como furto e apreensão de drogas) no entorno de unidades de ensino. 

A GCM desenvolve, ainda, o projeto Guarda Mirim, que atende estudantes de 12 a 17 anos com atividades culturais, esportivas e de formação cidadã no contraturno escolar. Vinte e três deles se tornaram monitores do projeto, após participarem de um curso. Nas escolas em que estudam, serão agentes multiplicadores dos ensinamentos aprendidos, ajudando na prevenção do uso de drogas, por exemplo. 

Ações para coibir irregularidades no trânsito e educar

As ações para retirar veículos abandonados das ruas de Cachoeiro foram intensificadas pela Semset neste ano. Até novembro, 152 donos de automóveis nessas condições foram notificados a retirá-los das vias. "Esse trabalho tem bons resultados. A maioria dos proprietários tem removido os carros por conta própria. Foi necessário recolher ao pátio apenas uma pequena parte. É uma ação com impactos positivos na mobilidade, na saúde e na segurança da cidade", avalia o secretário Ruy Guedes.

A Semset também conduziu seis operações de fiscalização em conjunto com a Polícia Militar e com fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). O objetivo foi coibir irregularidades como o uso de escapamentos abertos em motocicletas.

As ações educativas, com foco na construção de um trânsito seguro, foram ampliadas, alcançando público maior do que em 2017. Foram realizadas 54 palestras em escolas e empresas, que contaram com 8.136 participantes, e distribuídos 20.768 panfletos informativos.

Renovação de semáforos

Ainda neste mês, a Semset vai instalar novos e mais modernos semáforos em importantes vias de Cachoeiro. "Vamos melhorar o parque semafórico com a instalação de equipamentos com contadores de tempo, iguais aos já usados em alguns cruzamentos da cidade, substituindo os semáforos antigos, como os da Lacerda de Aguiar (próximo da rodoviária), da Bernardo Horta e outros pontos", complementa Ruy Guedes.

Comentários

VEJA TAMBÉM...